Jair Bolsonaro rejeita uso do Fundo Eleitoral

Jair Bolsonaro disse que vai abrir mão de cerca de R$ 3 milhões do fundo público de financiamento eleitoral.

Segundo o ESTADÃO, Jair Bolsonaro disse que não vai utilizar o Fundo de financiamento de campanha. Bolsonaro afirma que votou contra o tal fundo e vai dispensar a parcela que receberia para sua campanha.

“Eu votei contra esse fundo extra, não seria justo pedir”, disse o Deputado. Jair Bolsonaro quer convencer a bancada do partido a não gastar sua parcela. O PSL deve receber entre 9 e 10 milhões segundo estimativas.

Bolsonaro diz que a maioria dos oito deputados é contra o fundo e são favoráveis a iniciativa.
“Da minha parte, da campanha para presidente, está decidido”. Conversei com uns seis ou sete, e eles são favoráveis a não usar.” disse o deputado.

O PSL é autor de ação no Supremo Tribunal Federal para tentar suspender a lei que criou o fundo eleitoral, alegando sua inconstitucionalidade pela existência anterior do Fundo Partidário. Ainda não houve decisão.

O partido ainda consultou a justiça eleitoral para saber como saram divididos os recursos. pois até agosto do ano passado o PSL tinha apenas dois parlamentares na bancada e hoje conta com oito deputados.

Comentários

Pin It on Pinterest