Caminhoneiros fazem protestos contra o aumento no valor do diesel.

Em protesto contra seguidos aumentos nos preços do diesel, caminhoneiros realizam nesta segunda-feira, 21, uma paralisação em todo o País.

No início da manhã havia atos em pelo menos 10 Estados. Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

A última alta diária ocorreu na sexta, quando a Petrobras elevou os preços do diesel em 0,80% e os da gasolina em 1,34% nas refinarias. Foi o 5º reajuste diário seguido. A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo.

Hoje, o transporte rodoviário responde por 56% de tudo que é fabricado e consumido no País. Os autônomos transportam a maior parte da carga rodoviária.

A reivindicação da categoria é pela redução da carga tributária sobre o diesel. Segundo a Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), que reúne 700 mil caminhoneiros autônomos, o objetivo é zerar a alíquota de PIS/Pasep e Cofins e a isenção da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico).

Os impostos representam quase a metade do valor do diesel na refinaria. Segundo eles, a carga tributária menor daria fôlego ao setor, já que o diesel representa 42% do custo da atividade.

 

 

Comentários

Pin It on Pinterest