Maduro sofre atentado e acusa presidente colombiano de tentar assassina-lo. Video:

Uma explosão, supostamente de um drone, interrompeu discurso de Maduro neste sábado.

Nicolás Maduro, sua mulher, e o alto comando militar da Venezuela foram retirados às pressas neste sábado, 4, da celebração do 81º aniversário da Guarda Nacional Bolivariana. Logo depois de ocorrer pelo menos uma explosão, que o Governo atribuiu a drones com supostos explosivos que sobrevoavam a área. Veja o momento do ataque:

Segundo o regime, os aparelhos foram derrubados por franco-atiradores. Maduro acusou diretamente o presidente colombiano de tentar assassiná-lo. Segundo ele, por meio de sicários que, executaram o suposto atentado. É uma acusação sem precedentes, mesmo em meio à aberta hostilidade verbal dos dois Governos.

A Colômbia rejeita as acusações contra Juan Manuel Santos: “São absurdas e sem nenhum fundamento”.

Comentários

Pin It on Pinterest