MBL é processado por Wagner Moura por danos morais

Wagner Moura entrou com uma ação na justiça contra o MBL por danos morais.

O Ator pede uma indenização no valor de R$ 50 mil por causa de uma postagem que o grupo fez no Facebook. Nela, o MBL teria insinuado que o ator recebeu dinheiro via Lei Rouanet para fazer vídeos com o objetivo de defender a então presidente Dilma Rousseff.

O post foi publicado em 30 de março de 2016, antes do impeachment de Dilma, e mostra uma foto de Moura com a seguinte frase:

“Wagner Moura, captando R$ 11,5 milhões pela Lei Rouanet, fará vídeos defendendo o governo Dilma”.

No processo, os advogados de Moura argumentam que o MBL cometeu os crimes de calúnia, injúria e difamação, “atingindo de forma certeira e sem qualquer piedade o nome e a imagem” do ator.

Na ação, os advogados do ator afirmam que a postagem tem potencial “devastador”, já que teve mais de 20 mil curtidas, 31 mil compartilhamentos e 3.000 comentários. O MBL é um grupo político de direita, que ficou conhecido durante os protestos pelo impeachment de Dilma.

O MBL  se pronunciou sobre o assunto.

Comentários

Pin It on Pinterest