Temer pede trégua aos caminhoneiros após reunião no planalto

O presidente Michel Temer pede uma “trégua” de dois ou três dias aos caminhoneiros para encontrar uma “solução satisfatória” sobre o preço dos combustíveis.

Temer deu a declaração após participar de um evento no Palácio do Planalto. Caminhoneiros têm feito atos em todos o país há três dias contra o aumento no preço do diesel.

Desde domingo, estamos trabalhando nesse tema para dar tranquilidade não só ao brasileiro, que não quer ver paralisado o abastecimento, e tentando encontrar uma solução que facilite a vida dos caminhoneiros”, afirmou o presidente.

Até estou solicitando e pedi que nesta reunião [na Casa Civil] se solicite uma espécie de trégua para que, em dois ou três dias, possamos encontrar uma solução satisfatória para os caminhoneiros e para o povo brasileiro

Pelo 3º dia seguido, nesta quarta-feira, caminhoneiros continuam protestando em rodovias federais e estaduais, além de vias importantes em 23 estados do país mais o Distrito Federal. Alguns atos ocorrem diante de refinarias, impedindo a saída de caminhões-tanque.

Um alerta da Infraero de 11h aponta que os aeroportos de Congonhas, Palmas, Recife, Maceió e Aracaju têm combustível apenas até esta quarta-feira, em razão da paralisação dos caminhoneiros.

Além disso vários setores do país estão sendo afetados pela greve. O presidente Temer tem a obrigação de encontrar uma solução para essa questão. O transporte rodoviário é o simbolo do desenvolvimento do País, se ele quebrar, quebramos juntos.

 

Comentários

Pin It on Pinterest